quinta-feira, 17 de maio de 2012 | 14:43 | 0 Comentários

No dia de combate à homofobia, Banco do Brasil afirma compromisso com o respeito à diversidade


O Banco do Brasil divulgou pelo Facebook e Twitter oficiais, imagem e mensagem afirmando seu compromisso com o respeito à diversidade e apoiando o combate à homofobia, e rapidamente já era motivos de muitos elogios nas redes sócias.


Fotos: Reprodução/Facebook/Twitter

terça-feira, 8 de maio de 2012 | 10:44 | 5 Comentários

Morre no Rio a transformista Kayka Sabatella


Kayka Sabatella, 45 anos, uma das mais famosas e engraçadas transformistas do Rio, muito querida por lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais, morreu essa madrugada, em sua casa, de infarto. Ela ficou conhecida no Brasil inteiro quando saiu na comissão de frente da Beija-Flor, em 2009 (foto acima).

O seu enterro será hoje, às 16h, no Cemitério de Campo Grande, em Santa Cruz.

segunda-feira, 2 de abril de 2012 | 07:35 | 0 Comentários

O Glich, grupo LGBT de Feira de Santana, Bahia, completo 10 anos

I Encontro feirense de Gays - Entre Eles (Foto: Reprodução/Fecebook)I Encontro feirense de Gays - Entre Eles (Foto: Reprodução/Fecebook)
O Grupo Liberdade, Igualdade e Cidadania Homossexual de Feira de Santana, Bahia, completo hoje (02/04/2012) 10 anos de atividades pelo direitos LGBT. Veja o que posto o fundador e vice-presidente do grupo em seu perfil do facebook.

02 de Abril de 2002, há exatamente 10 anos atrás nascia o Glich - Grupo Liberdade Igualdade e Cidadania Homossexual, com o intuito de lutar contra todo os tipos de preconceitos e discriminação a população LGBT e lutar pela promoção e valorização da Cidadania e dos Direitos Humanos dessa população.

Sendo também uma ONG de prevenção diária das DST/AIDS e HV, entre toda a população de Feira de Santana. Eu Rafael Carvalho (fundador e Vice-presidente) Fábio Ribeiro (Presidente) e Marcelo Quintino (Tesoureiro) agradecemos a todos(as) pelo apoio, confiança e pelo carinho ofertado ao grupo nestes 10 difíceis anos de Trabalhos.

Para todos os Gays, Lésbicas, Travestis, Transexuais, Bissexuais e Simpatizantes Nosso PARABÉNS....

quinta-feira, 8 de dezembro de 2011 | 05:43 | 7 Comentários

"Estado não se mete no que é pecado e Igreja não se mete no que é crime." Senador Cristovão Buarque

"Estado não se mete no que é pecado e Igreja não se mete no que é crime." Senador Cristovão Buarque

Em busca de acordo, Comissão adia votação de projeto que pune homofobia


A senadora Marta Suplicy (PT-SP) acaba de pedir o reexame do projeto de lei da Câmara (PLC 122/06) que torna crime a homofobia. Relatora do projeto, Marta vai tentar construir um acordo para retomar a tramitação da proposta. O presidente da Comissão de Direitos Humanos, Paulo Paim (PT-RS), disse que o reexame é previsto no Regimento do Senado.

Marta diz que é preciso equiparar a homofobia ao racismo PLC122

A Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa do Senado (CDH) iniciou às 9h (assista ao vivo aqui) a reunião na qual seria votado o Projeto de Lei da Câmara (PLC) nº 122/2006, que estabelece penas para quem praticar atos considerados como discriminatórios em relação aos LGBTs. O texto inclui na Lei 7.716/89, que já define os crimes resultantes de preconceito de raça ou cor, os crimes resultantes de discriminação ou preconceito de gênero, sexo e orientação sexual.

CDH vota projeto que pune discriminação de LGBTs, Assista Ao Vivo


A Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa do Senado (CDH) iniciou às 9h a reunião na qual será votado o Projeto de Lei da Câmara (PLC) nº 122/2006 (assista ao vivo), que estabelece penas para quem praticar atos considerados como discriminatórios em relação aos LGBTs. O texto inclui na Lei 7.716/89, que já define os crimes resultantes de preconceito de raça ou cor, os crimes resultantes de discriminação ou preconceito de gênero, sexo e orientação sexual.

Completando dez anos em tramitação no Congresso, a proposta da ex-deputada Iara Bernardi (SP) gera polêmica e é objeto de discordâncias entre lideranças e entidades ligadas aos direitos LGBT. Aqueles que defendem o projeto argumentam que ele pode ajudar a combater os crimes cometidos contra homossexuais, especialmente os assassinatos. Já aqueles que são contrários argumentam que não é necessária uma lei específica para isso e temem que o PLC 122/06 cerceie as liberdades de expressão e de culto.

A reunião é conduzida pelo presidente da CDH, senador Paulo Paim (PT-RS), e acontece na sala 2 da Ala Nilo Coelho. Qualquer que seja o resultado, o projeto deverá ainda ser analisado pela Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) e, posteriormente, pelo Plenário do Senado.

Os dois primeiros projetos examinados pela CDH na reunião desta quinta são relativos a direitos dos idosos e autistas. Em seguida, começou a ser analisado projeto que legaliza o aborto de anencéfalos (PLC 50/2011). A relatora, Marinor Brito (PSOL-PA) apresentou relatório favorável, mas a votação foi adiada por pedido de vista do senador Marcelo Crivella (PRB-RJ).